Um Olhar Humano Sobre Este Momento

Vivemos um momento VUCA – volátil, incerto, complexo e ambíguo, onde elementos estão interconectados em uma interdependência sistêmica que afeta seu colaborador, sua empresa, seus clientes, fornecedores e o mercado em que atua. Há uma disrupção da ordem e transformação de alguns valores que poderão impactar de maneira permanente hábitos de consumo, nas formas de trabalhar, se relacionar e de entregar produtos e serviços.

Sua organização está preparada para lidar com isso?

Se antes já existia, devido a tecnologia, uma tênue separação entre trabalho e vida pessoal, agora estes estão “um dentro do outro” – o trabalho está em casa e a casa está no trabalho. Não há mais uma separação. E os problemas domésticos, as emoções, os sentimentos e os medos que toda esta pandemia causa, também estão presentes na empresa.

O home office tornou-se uma realidade, e deve ficar para muitos. Porém, não houve tempo de treinar e preparar equipes para isso.

Seus líderes estão aptos a lidar com esse cenário? Com emoções, desinformação e falta de experiência de home office dos seus gestores e colaboradores?

Mesmo organizações que estavam acostumadas com trabalho remoto, têm que se reinventar em face do contexto emocional agora presente. Elas necessitam, com urgência, retomar o ritmo, mudar processos, criar novas formas de entregar produtos e serviço e ainda, aprender a lidar com este “novo” cenário doméstico-empresarial.

Como fazer isso? Como assegurar que seus colaboradores estejam aptos emocional e fisicamente a lidar com esses desafios, de maneira que o impacto na produtividade seja o mínimo possível?

A primeira coisa é reconhecer a vulnerabilidade. Estamos todos vulneráveis – de colaboradores a clientes, provedores e mercado. Ao reconhecer a vulnerabilidade, é possível observar os pontos fracos e fortes e assim, construir a ação a partir daí.

A segunda é reconhecer sentimentos e emoções com empatia e acolhimento. É preciso compreender os anseios, as preocupações e as “dores” em meio à crise e enfrentá-las. A liderança empática e assertiva é primordial para isso, pois cria oportunidade de fortalecer vínculos e conexões e gerar engajamento.

Equipes engajadas gera comprometimento, auto apoio e solidariedade. E engajamento gera motivação e resultados.

E este é o propósito da Olhar Humano, auxiliar indivíduos e organizações a entenderem suas vulnerabilidades e identificar forças para criar uma nova ordem, desenvolvendo uma cultura empática e assertiva, capaz de inovar e entregar aos seus clientes e ao mercado.

Nossos programas são focados no desenvolvimento humano, no despertar de forças, competências e talentos alinhados aos propósitos individuais e organizacionais. São antes de tudo, uma experiência, uma vivência a caminho do autoconhecimento e autotransformação. Uma busca pelo novo em meio ao caos.

Saiba mais sobre os nossos programas.

Compartilhe

Share on facebook
Share on linkedin
Share on twitter
Share on email

Posts Relacionados

Comunicação

Comunicação Não Violenta

Uma das funções principais de um líder é obter bons resultados através de suas equipes. Para isto, é necessário comunicar de maneira clara e objetiva

2 respostas

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Alcance Todo Potêncial Humano da sua Empresa

Fale Conosco