Um Olhar Humano Sobre Este Momento

Vivemos um momento VUCA – volátil, incerto, complexo e ambíguo, onde elementos estão interconectados em uma interdependência sistêmica que afeta seu colaborador, sua empresa, seus clientes, fornecedores e o mercado em que atua. Há uma disrupção da ordem e transformação de alguns valores que poderão impactar de maneira permanente hábitos de consumo, nas formas de trabalhar, se relacionar e de entregar produtos e serviços.

Sua organização está preparada para lidar com isso?

Se antes já existia, devido a tecnologia, uma tênue separação entre trabalho e vida pessoal, agora estes estão “um dentro do outro” – o trabalho está em casa e a casa está no trabalho. Não há mais uma separação. E os problemas domésticos, as emoções, os sentimentos e os medos que toda esta pandemia causa, também estão presentes na empresa.

O home office tornou-se uma realidade, e deve ficar para muitos. Porém, não houve tempo de treinar e preparar equipes para isso.

Seus líderes estão aptos a lidar com esse cenário? Com emoções, desinformação e falta de experiência de home office dos seus gestores e colaboradores?

Mesmo organizações que estavam acostumadas com trabalho remoto, têm que se reinventar em face do contexto emocional agora presente. Elas necessitam, com urgência, retomar o ritmo, mudar processos, criar novas formas de entregar produtos e serviço e ainda, aprender a lidar com este “novo” cenário doméstico-empresarial.

Como fazer isso? Como assegurar que seus colaboradores estejam aptos emocional e fisicamente a lidar com esses desafios, de maneira que o impacto na produtividade seja o mínimo possível?

A primeira coisa é reconhecer a vulnerabilidade. Estamos todos vulneráveis – de colaboradores a clientes, provedores e mercado. Ao reconhecer a vulnerabilidade, é possível observar os pontos fracos e fortes e assim, construir a ação a partir daí.

A segunda é reconhecer sentimentos e emoções com empatia e acolhimento. É preciso compreender os anseios, as preocupações e as “dores” em meio à crise e enfrentá-las. A liderança empática e assertiva é primordial para isso, pois cria oportunidade de fortalecer vínculos e conexões e gerar engajamento.

Equipes engajadas gera comprometimento, auto apoio e solidariedade. E engajamento gera motivação e resultados.

E este é o propósito da Olhar Humano, auxiliar indivíduos e organizações a entenderem suas vulnerabilidades e identificar forças para criar uma nova ordem, desenvolvendo uma cultura empática e assertiva, capaz de inovar e entregar aos seus clientes e ao mercado.

Nossos programas são focados no desenvolvimento humano, no despertar de forças, competências e talentos alinhados aos propósitos individuais e organizacionais. São antes de tudo, uma experiência, uma vivência a caminho do autoconhecimento e autotransformação. Uma busca pelo novo em meio ao caos.

Saiba mais sobre os nossos programas.

Compartilhe

Share on facebook
Share on linkedin
Share on twitter
Share on email

Posts Relacionados

Bem-estar

Crenças Limitantes e seus impactos em nossa vida

Você sabe quais são suas crenças limitantes? Será que elas interferem na sua vida, determinando suas escolhas e decisões? Será que elas interferem em seu

Bem-estar

O Perfeccionismo e o baixo desempenho

Quando errar não é uma opção, não existe aprendizado, criatividade ou inovação”. Essa é uma frase de Brene Brown em seu livro “A Coragem de

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Alcance Todo Potêncial Humano da sua Empresa

Fale Conosco